Na sua opnião contabilidade é gasto ou investimento?
Ver Resultado

10 de outubro de 2018
e-Social: Empresas não optantes pelo Simples já podem enviar informações da 2ª fase
5 de outubro de 2018
Auditores da Receita pedem suspensão do Refis
2 de outubro de 2018
Receita Federal alerta empresas sobre exclusão do Simples Nacional
26 de setembro de 2018
eSocial arrocha fiscalização; confira prazos para informar situação do trabalhador e evite multas

Senado vai votar lei da micro e pequena empresa antes do recesso

Dia 18 de julho Câmara e Senado param por 14 dias, é o recesso parlamentar. Lei estabelece novo teto de faturamento para empreendedores individuais

Coordenado pelo Ministério da Fazenda, a atualização da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa deve ser votada no Senado Federal antes do recesso parlamentar que começa dia 17 de julho.

O projeto que atualiza a lei que criou o Simples Nacional, o Projeto de Lei Complementar nº 591/2010 – estabelece um novo teto de faturamento para enquadrar os empreendedores individuais, a micro e a pequena empresa.

O valor do faturamento dos empreendedores individuais, segundo a proposta, passará de R$ 36 mil para R$ 48 mil por ano. O teto das microempresas passará de R$ 240 mil para R$ 360 mil por ano e, no caso pequenas empresas, cujo teto atual de faturamento é de R$ 2,4 milhões passará a R$ 3,6 milhões por ano.

Amanhã a Câmara dos Deputados realizará um seminário para discutir os avanços e a força deste segmento que tem levado um número cada vez maior de brasileiros a pôr em prática suas características empreendedoras.

Fonte: http://www.femicro-es.com.br/20110628992/Politicas-Publicas/senado-vai-votar-lei-da-micro-e-pequena-empresa-antes-do-recesso.html